Células fotovoltaicas com base na perovskita CH3NH3PbI3 e TiO2 eletrossitetizado sobre ITO

Rafael Bento Serpa

Recentemente têm-se observado um grande interesse pela comunidade científica por dispositivos fotovoltaicos geradores de energia baseados na perovskita CH3NH3PbI3[1] [2], a qual é responsável por absorver fótons e gerar pares elétrons/buracos. Este material colocado entre duas camadas, uma transportadora de elétrons e outra transportadora de buracos, geralmente TiO2 e Spiro-MeOTAD respectivamente, tem apresentando na literatura eficiências que já ultrapassam os 20%[3]. Em nosso laboratório produzimos filmes eletrossintetizados de TiO2 cristalino sobre ITO, com isso viemos estudando suas propriedades elétricas e cristalinas. A alguns meses conseguimos obter sucesso em sintetizar a perovskita mencionada acima. Desta forma, estamos fabricando células fotovoltaicas baseadas nas junções ITO/TiO2/CH3NH3PbI3/Spiro-MeOTAD/Au , sendo que os dados eficiência serão apresentados neste trabalho.

[1] D. Liu and T. L. Kelly, “Perovskite solar cells with a planar heterojunction structure prepared using room-temperature solution processing techniques,” Nat. Photonics, vol. 8, no. 2, pp. 133–138, Dec. 2013.
[2] H. Zhou, Q. Chen, G. Li, S. Luo, T. -b. Song, H.-S. Duan, Z. Hong, J. You, Y. Liu, and Y. Yang, “Interface engineering of highly efficient perovskite solar cells,” Science (80-. )., vol. 345, no. 6196, pp. 542–546, Jul. 2014.
[3] www.nrel.gov, “Efficiency Chart,” 2015. [Online]. Available: http://www.nrel.gov/ncpv/images/efficiency_chart.jpg. [Accessed: 19-Jan-2015].